Secretário de Estado de Passos Coelho acusado de enviar fotos íntimas a jornalista

Bruno Maçães, ex-secretário de Estado de Passos Coelho, é acusado de assédio no Twitter.

Secretário de Estado de Passos Coelho acusado de enviar fotos íntimas a jornalista
Imagem: CM

Bruno Maçães, ex-secretário de Estado dos Assuntos Europeus do Governo de Passos Coelho, está a ser acusado de assédio sexual na rede social Twitter por Lily Lynch, jornalista norte-americana e fundadora do site Balkanist. Lynch afirma que o ex-secretário de Estado lhe enviou fotografias do pénis, o que a levou a bloquear Maçães naquela rede social.

“Uma total aberração. Há tantos destes. Ele enviou-me uma ‘dick pic’ [fotografia do pénis] e eu bloqueei-o. Depois enviou-me um e-mail a perguntar por que o tinha bloqueado lol”, escreve Lily Lynch no Twitter. A jornalista não divulgou as fotografias íntimas mas publicou imagens de várias conversas que teve com Bruno Maçães.

“Se alguma vez publicarem as nossas mensagens, o que será da minha carreira política. Terei que dizer que foi conversa de balneário”, escreveu o ex-secretário de Estado nas mensagens para a jornalista, enviadas em outubro de 2016. Na publicação de Lily Lynch, Bruno Maçães já publicou outras conversas entre os dois para enquadrar a situação. A jornalista responde: “Bruno és uma aberração de m****. Eu bloqueei-te por uma razão. Deixa-me em paz”.

Noutra conversa partilhada pela jornalista norte-americana, Bruno Maçães propõe dar “palmadas no colo” a Lily enquanto discutem “o separatismo russo” – isto porque a jornalista, conhecida pela cobertura que fez na altura da guerra nos Balcãs, nasceu na Califórnia e vive atualmente em Belgrado.

 

 

Comente esta notícia