Sintra: menina de 5 anos à morte depois de ter sido abusada pelo pai

Tem 33 anos e molestou a filha com tamanha gravidade que a menina teve de ser internada de urgência, correndo sério risco de vida.

Sintra: menina de 5 anos à morte depois de ter sido abusada pelo pai
Imagem: CM

Um homem, de 33 anos, que estava em prisão domiciliária com pulseira eletrónica, devido a um processo por roubo, violou a filha de apenas 5 anos, em Sintra.

A menina sofreu lesões muito graves e teve de ser internada de urgência, dada a gravidade dos ferimentos resultantes do ataque do pai.

Tal como avança o JN, o homem, empregado da construção civil, aproveitou uma ausência da mulher, que tinha saído para trabalhar, para molestar a criança. Abusou sexualmente e coagiu a única filha, ameaçando-a de morte caso contasse os abusos.

Os investigadores da Polícia Judiciária não adiantaram mais pormenores sobre o caso, mas revelaram que estavam chocados com tudo o que tinham assistido, avança o CM. O pai violador foi detido e presente a tribunal, sendo que o juiz lhe ditou a medida de coação de prisão preventiva.

Sabe-se que a mãe da criança, ao chegar a casa do trabalho, encontrou a menina a chorar devido a dores excruciantes. O pai não justificou os motivos e a mulher chamou de imediato a emergência médica. Bombeiros e INEM aperceberam-se, pelos graves ferimentos, que a menina tinha sido violada e chamaram a PSP. Foi depois alertada a secção da PJ de Lisboa que investiga os crimes sexuais.

 

 

Comente esta notícia