"Que venha uma praga que limpe esta merda de gente"

As palavras são de uma ex-dirigente do PAN, referindo-se a todos os portugueses que não partilham de determinados ideais. "Há gente a mais neste planeta". As críticas nas redes sociais não tardaram.

Imagem: TSF

“Pensamento do dia: há gente a mais neste planeta. A maior parte desta não vale os recursos que consome. Cada vez mais tenho nojo destes semelhantes em espécie com que me vou cruzando e sou obrigada a partilhar o ar que respiro. Que venha uma praga que limpe esta merda de gente”, escreveu Georgina Figueiredo, uma ex-responsável do PAN, na sua página de Facebook.

O PAN, entretanto, já reagiu às declarações da ex-dirigente e e garantiu que a pessoa em causa já não faz parte do partido.

Georgina Figueiredo Guarani-Kaiowá revela, no Facebook e Linkedin, que foi presidente da concelhia do Porto do PAN e membro da Comissão Nacional do PAN, um cargo que terminou em dezembro de 2015.

Em reação à publicação, o PAN garantiu que “a pessoa em causa não pertence a nenhuma estrutura do PAN, não é filiada do partido, nem é verdade que esteja envolvida com a concelhia do Porto ou com a Comissão Política Nacional”.

O partido liderado por André Silva confirmou que Georgina Figueiredo esteve envolvida com a concelhia do Porto entre 2011 e 2015, “altura em que cessou a sua colaboração por divergências profundas de posições com a orientação política do PAN”.

Perante a publicação, “o PAN repudia integralmente as afirmações escritas no perfil pessoal de Facebook desta pessoa uma vez que estão no extremo oposto dos valores defendidos pelo partido que se orienta pelos princípios da não violência, da empatia, da não discriminação, da cooperação, do diálogo e do respeito entre todos”.

 

Comente esta notícia