Ventura sobre Castelo-Branco: "A política não pode ser um palco de propaganda ordinária"

André Ventura, líder da coligação "Basta", reagiu à candidatura de José Castelo Branco às eleições legislativas. O socialite, por sua vez, já escolheu o nome do partido - MPJ ("Movimento de Justiça Portuguesa"). "Quem acha que estou a brincar engana-se!"

Ventura sobre Castelo-Branco:
Imagem: Sol

Como aqui divulgamos, José Castelo Branco demonstrou, no sábado, através de uma publicação no Instagram, a sua vontade em concorrer às eleições legislativas. O socialite deixou a promessa: se a publicação chegasse aos 50 mil gostos, iria concorrer às eleições.

A publicação atingiu quase o dobro dos gostos pedidos e o prometido é devido. José Castelo Branco já definiu o seu partido, designado de “Movimento de Justiça Portuguesa” (MPJ).

ventura sobre castelo-branco

“As invejosas não pensem que isto será para brincar, porque não é. Será o Movimento de Justiça Portuguesa para salvar o país e travar essa gente doida que está nas assembleias”, revelou, num outro vídeo publicado na rede social.

Quem não gostou da possível candidatura do “Conde” foi André Ventura. O líder da coligação “Basta” reagiu esta segunda-feira à possível candidatura de José Castelo Branco às eleições legislativas.

ventura sobre castelo-branco

Isto porque o socialite anunciou o seu partido com o slogan “Basta”. Ventura frisou que o Basta é “uma coisa séria”, acrescentando ainda que a política “não pode ser um palco de propaganda ordinária”.

“O BASTA é uma coisa séria, não uma anedota, nem pode servir de veículo político para anedotas. A política é uma coisa séria e tem de ter um grande nível de exigência… Não pode ser um palco se propaganda ordinária e de reality show. BASTA de disparates na política, vai ser também o grito dos portugueses nas próximas legislativas”, declarou o advogado.

 

Comente esta notícia